domingo, 17 de agosto de 2014

Terapia Capilar Contra Calvície e Queda de Cabelo

Terapia capilar contra calvície e queda de cabelo

Pesquisadores da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, concluíram que os homens carecas têm problemas na ativação de células-tronco do couro cabeludo. O que causa pontos da cabeça sem cabelos ou o recuo da linha dos cabelos. O estudo, publicado no “Journal of Clinical Investigation”, foi divulgado no site da BBC.
Segundo os cientistas, os folículos capilares em áreas de calvície encolhem – mas não desaparecem -, tornando os novos fios de cabelo microscópicos se comparados ao cabelo normal. Assim, os novos fios de cabelo são tão pequenos que parecem invisíveis a olho nu. Agora, a partir da descoberta, a ideia é acabar com a calvície masculina/feminina estabelecendo as funções normais das células.”
E, após varias pesquisas e comprovações científicas, desenvolveu-se a Terapia Capilar com a utilização de “Células Tronco Vegetais”. Essas células podem fazer cópias idênticas delas próprias, assim como também podem se diferenciar para se tornarem células especializadas, ou seja, células que irão exercer funções específicas de acordo com o tecido que passarão a integrar. As células-tronco adultas são responsáveis por manter a regeneração celular constante, isto é, a capacidade de auto-reparo para tecidos e órgãos, impedindo lesões e mantendo-os em perfeito estado de conservação. Cada célula-tronco adulta é capaz de gerar aproximadamente 100 novas cópias idênticas. Por meio desse processo, promove-se a estimulação e multiplicação dessas células, propiciando a repovoação do tecido lesado e restauração de cabelos de pessoas com problemas de calvície ou queda capilar acentuada.
As técnicasestão voltadas ao bem-estar do ‘paciente’ e não são invasivas. Cosméticos, fitoterápicos, laser e aparelhos visam incentivar a estrutura da matriz celular do folículo piloso (papila dérmica). Tais produtos, além de agirem naturalmente para ativação das células produtoras dos fios de cabelo, também absorvem a luz do laser que tem a função de otimizar as reações bioquímicas destes cosméticos, resultando em ganho na produção dos fios. E o próprio laser, além de agir sobre os cosméticos, também tem como alvo as células dos folículos pilo sebáceos, acelerando sua fisiologia.  
Avaliação clínica dos casos

Vários aspectos devem ser considerados para a personalização do Programa de Terapia Capilar para cada cliente:
 Microscopia óptica polarizada – fundamental no diagnóstico de problemas, consiste em exame rápido, não invasivo e indolor feito no consultório  com o uso de um videolaparoscópico  que  aumenta  em  até 500  vezes, permitindo  o estudo microscópico das hastes pilosas e do couro cabeludo, com e sem luz polarizada. Possibilita uma análise comparativa das diferentes áreas do couro cabeludo, determinando os locais de comprometimento capilar e sua intensidade, além de avaliar   problemas que atingem a haste (fio) capilar, ou causas que levem à sua quebra, como danos por agentes químicos (colorações, relaxamentos), traumas na escovação, problemas genéticos e infecções.
Teste de resistência da haste capilar: importante também nos quadros de quebra ou fragilidade capilar, avaliando o grau de comprometimento da haste. Neste teste aplica-se força ao fio e verifica-se que força foi necessária para romper o fio.
Controle fotográfico: é a realização de fotos padronizadas. Além das fotos clássicas e em detalhe, são incluídas ainda fotos da “risca” (cabelo repartido) frontal e occipital, o que dá uma idéia da intensidade e extensão do comprometimento. A documentação fotográfica como seguimento permite maior objetividade na avaliação da eficácia terapêutica.
Perfil laboratorial: inclui exames para avaliação de diversos aspectos, incluindo o perfil nutricional (com a dosagem de substâncias essenciais ao adequado crescimento capilar), metabólico e de atividade inflamatória de pacientes com queda capilar ativa. Geralmente permitem diagnosticar as causas mais comuns de perda capilar, além de afastar outras possíveis afecções sistêmicas associadas, como doenças auto-imunes ou alterações hormonais.
Após obtenção dos dados obtidos, será escolhido o melhor programa que irá suprir os desvios fisiológicos objetivando o sucesso do tratamento.
Disciplina
O programa de Terapia Capilar requer empenho do cliente na utilização diária dos cosméticos em casa e na realização de duas aplicações semanais na clínica.
O Programa de Terapia Capilar é dividido em 3 fases:
Foto: 8 dias depois da 1ª Sessão de Terapia capilar
1 – Fase de tratamento intensivo:
Com duração de 3 meses em média, são 24 sessões, duas semanais, com duração de 50 minutos. Os protocolos são personalizados para cada cliente, mas consistem em técnicas de argilo terapia, óleos essenciais,  lavagem dos cabelos, aplicação de cosméticos (células tronco, fatores de crescimento, fitoterápicos) e ainda técnicas de massagens no couro cabeludo objetivando relaxamento e melhor absorção das substâncias tópicas. Por volta da 4ª sessão, ocorre o surgimento de foliculites (pequenas “acnes”), isto deve-se ao fato dos fios começarem a ser produzidos dentro do folículo que se encontram fechados provocando este processo inflamatório. Na 8ª sessão em  média, observa-se a diminuição da queda e o cabelo fica mais volumoso. Na 15ª sessão é notório o surgimento de novos fios que, na sua maioria, apresentam-se extremamente finos. Após as 24ª sessões, com raras exceções,  o que se torna evidente é o surgimento dos fios delgados, foliculite e a diminuição da queda. Há casos em que os novos fios surgem mais espessos e são mais observados esteticamente.
2 - Fase de manutenção imediata: 
Após a 1ª fase (24 sessões), os novos fios vão crescendo e engrossando. Os objetivos dessa fase é fortalecer os novos fios, estimular o nascimento de outros e manter a queda dentro de padrões normais.  A fase compreende uma sessão mensal (período de 6 meses) com protocolo diferenciado, com duração de 50 minutos. Após o período, o cliente deve voltar para uma nova avaliação.
3 – Fase de manutenção tardia:
Após o retorno da avaliação da fase 2,  é estabelecido o processo de recuperação capilar. Pessoas com Alopecia Androgenética deverão utilizar os produtos em casa como parte do seu cotidiano e manter retorno agendado a cada 3 meses,  para uma nova reavaliação. 
Foto: 28 depois de 8 sessões de Terapia Capilar
Fonte: Kátia Floris de Andrade, Graduada em Visagismo e Terapia Capilar pela Universidade Annhembi Morumbi, Pós-graduanda em Cosmetologia e Estética – Centro Universitário SENAC, Especialização em Tricologia pela SBEC – Sociedade Brasileira para Estudos do Cabelo e Membro da Sociedade Brasileira de Laserterapia.e: 
Fonte: http://mdemulher.abril.com.br/
Facebook: www.facebook.com/FenixFashionBeleza
Venha fazer a sua avaliação no Fênix Fashion Espaço Beleza 
Contatos: (96) 81427155 / 99075119